Associada
Comprador virtual e inteligência programada para automação de negociações e relacionamentos com fornecedores
terça-feira, 9. outubro 2018 - 17:42

Compartilhe:

Como uma plataforma de SRM pode ser configurada com parâmetros de inteligência programada para decidir quando, por qual valor e de quem comprar sem acionar requisitantes, aprovadores e compradores? Qual será o papel e o perfil do analista de compras na operação de plataformas com comprador virtual? Como pode ser parametrizada a apuração dos preços líquidos de impostos e com condições comerciais equalizadas financeiramente para automação de mapas comparativos com elevado grau de assertividade nas decisões de compra? Qual impacto pode trazer a virtualização e a configuração de inteligência programada para os modelos tradicionais da área de suprimentos e para serviços de BPO associados a terceirização de atividades do ciclo de suprimentos? Essa transformação digital já é realidade! Enquanto muitas empresas ainda nem se movimentaram para adotar portais de compras eletrônicas com ganhos relevantes nas negociações, governança, rastreabilidade e produtividade em processos de procurement e sourcing, o mundo dos negócios e processos mais conectados já busca catapultar a competitividade de empresas desintermediando atividades para obterem mais velocidade, automação e controle de seus negócios através de monitoramento inteligente e virtualização de processos a serem atendidos de forma preditiva, preventiva ou reativa a eventos previamente configurados, sem a necessidade de intervenção de pessoas. Como exemplo dessa transformação virtual de processos conectados a outras tecnologias da indústria 4.0, já é possível uma plataforma de SRM receber uma requisição disparada por um software de manutenção de uma máquina inteligente que avisa a necessidade de compra de um rolamento que está desgastado e causando desbalanceamento de movimentos do equipamento, ou simplesmente está próximo do fim de sua vida útil. Essa informação pode ser processada de forma parametrizada pela plataforma de SRM consultando o ERP se há estoque disponível para atender essa demanda – ou ERP pode fazer essa etapa do processo ou se for necessário comprar o item, considerar os prazos parametrizados lou habituais de reposição/entrega e abrir automaticamente um processo de sourcing, solicitando cotação para o número de fornecedores estabelecidos e/ou disponíveis, ou mesmo realizar sourcing externo consultando bases de redes ou comunidades de fornecedores com a respectivo cadastro e documentação habilitados para atender os tipos e marcas de rolamentos previamente homologados para esse equipamento. Com as repostas recebidas no prazo agendado para encerramento dessa etapa de RFP – Request for Proposal, o sistema analisa autonomamente os preços recebidos apurando valores líquidos de impostos em mapas comparativos com cálculos tributários assertivos e equalização financeira de condições comerciais distintas, comparando-os com dados históricos que poderão ser atualizados com algum indexador previamente configurado, ou com preços alvo estabelecidos pelo orçamento da companhia, e calcular savings de preço de referência, cost avoid (custo evitado), cruzado (um fornecedor contra seus concorrentes) e vertical (primeiro e ultimo preço de um mesmo fornecedor após algumas rodadas de negociação). Considerando os saving e a inteligência programa de decisão e também lead time de entrega, o sistema pode optar por fazer mais algumas rodadas de negociação, abrir o processo de compra para novos fornecedores, ou entender que tenha alcançado um preço adequado ou não exista tempo suficiente para estender a negociação e colocar automaticamente pedidos para os fornecedores escolhidos para atender a demanda. Todo esse processo pode estar integralmente automatizado para grande numero de itens e famílias de produtos e serviços de compras com limite de valor controlado e que não tenham indicação de tratamento via strategic sourcing. A Paradigma vai apresentar essa discussão no 15º Fórum de Compras e Sourcing do INBRASC, dia 17.10, as 14:30 horas, compartilhando os estudos e evolução que vem fazendo para renovação de sua plataforma de SRM 360º para que opere de forma integrada aos processos da indústria 4.0 que vem protagonizando a transformação digital dos negócios. “Vive-se um tempo de desconstrução criativa de processos da área de supply chain, procurement e sourcing para que novos modelos colaborativos e desintermediados possam trazer uma disruptura nos modelos de gestão que possam ser automatizados com aporte de inteligência programada para tomadas de decisões entre opções possíveis de atendimento de uma operação, simplificando, agilizando e dando total rastreabilidade e governança com elevada produtividade em processos complexos ou de grande escala. As empresas poderão fazer muito mais, melhor, com gastos menores, em menos tempo e com decisões controladas corporativamente”, declara Gérson Schmitt, diretor da unidade de SRM da Paradigma. INBRASC 15ª Fórum de Compras & Sourcing 17.10.18 – 14h30 – COMPRADOR VIRTUAL E INTELIGÊNCIA PROGRAMADA PARA AUTOMAÇÃO DE NEGOCIAÇÕES E RELACIONAMENTOS COM FORNECEDORES Informe o código #PARADIGMACONVIDA e ganhe 15% de desconto no valor da inscrição! https://inbrasc.liveuniversity.com/forum-gestao-compras-sourcing-2018/#s...

Você sabia que seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência utilizando nosso website, nós recomendamos que você atualize para a nova versão ou instale um outro browser. Apresentamos uma lista dos browsers mais populares logo abaixo.

Apenas clique em um dos links abaixo para ir para a página de download: