Associada
Em missão à China, CEO do DOT reúne-se com executivos do Alibaba Group
segunda-feira, 5. novembro 2018 - 17:04

Compartilhe:

O DOT digital group, de Florianópolis, é uma das 87 empresas selecionadas pela Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos (Apex-Brasil) para participar da primeira edição da China International Import Expo (CIIE 2018). O grupo vai mostrar sua expertise em tecnologia para a educação, com produtos e serviços destinados ao mercado corporativo e educacional. A feira ocorre de 5 a 11 de novembro na província de Shenzhen. Antes da exposição, o CEO e fundador do DOT, Luiz Alberto Ferla, se reuniu com executivos da gigante do e-commerce Alibaba Group, na cidade de Hangzhou. O objetivo era conhecer mais as práticas, tecnologias, processos e ecossistema deste grupo que cresceu 92% entre 2017 e 2018.
 
Após a CIIE 2018, Ferla irá a a Hong Kong e Singapura para reuniões e visitas a empresas inovadoras em tecnologias para a educação. A missão faz parte da estratégia de internacionalização do DOT. “A China é hoje o maior mercado mundial em expansão e nós queremos conhecer de perto as oportunidades em EdTech. A feira também vai conectar empresários e fornecedores do mundo inteiro e o DOT quer se apresentar ao mundo”, afirma Ferla. Ainda neste mês, o grupo inaugura uma empresa em Portugal em sociedade com um grupo português, a Vantagem+, que possui mais de 20 anos de atuação no mercado de capacitação corporativa presencial.
 
Feira CIIE 2018 - O DOT tem um estande no pavilhão da feira, para demonstrar a expertise do grupo em EdTech. Em destaque dois produtos recentemente lançados: StudiOn e Pronto. O StudiOn é uma plataforma de aprendizagem modular, ideal para empresas que queiram implantar um projeto de formação continuada. Cada colaborador aprende em seu ritmo e o conteúdo pode ser adaptado em formatos variados, como vídeos e games. O Pronto Mobile segue a tendência do microlearning, com conteúdos curtos acessados via celular ou tablet. O modelo traz mais flexibilidade, reforçando o engajamento e o alcance dos resultados.
 
Sobre o DOT
O DOT digital group é uma das maiores empresas de educação digital do Brasil. Com atuação internacional, o grupo já capacitou mais de 5 milhões de pessoas  com estratégias para a educação corporativa e a educação formal. A empresa foi criada em 1996, em Florianópolis, pelo engenheiro e administrador Luiz Alberto Ferla com o objetivo de conectar novas tecnologias aos processos de educação a distância. O DOT desenvolve projetos, plataformas, ferramentas e conteúdos de qualificação profissional e ensino a distância integrando tecnologias inovadoras como gamification, realidade virtual, realidade aumentada, games e simuladores. Um dos diferenciais da empresa é oferecer soluções de ponta a ponta, incluindo desde o diagnóstico do problema até o desenvolvimento da solução e a captação e retenção dos alunos, atuando nos mercados de EdTech e também de MarTech. Com sede na capital catarinense e escritórios em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Lisboa/Portugal, o DOT tem mais de 300 colaboradores e fez parte da lista de melhores empresas para se trabalhar do  Great Place To Work em 2014 e 2016.
 
Sobre a CIIE 2018 - Entre as 87 empresas brasileiras que a APEX está levando para a feira, destacam-se os setores de Alimentos e Bebidas, Comércio e Serviços, Acessórios e Bens de Consumo e Equipamentos Médicos. O objetivo é apresentar produtos com diferenciais de design, criatividade e inovação, pouco conhecidos dos consumidores e compradores chineses e totalmente aderentes aos padrões de exigência da nova classe média chinesa. “O Brasil é um país criativo, diverso e sustentável, com empresas e marcas de destaque mundial que oferecem produtos e soluções tecnológicas de vanguarda para os desafios globais da nossa sociedade. Tenho certeza que o público que for à Feira em novembro vai se encantar com o que o Brasil tem para mostrar”, afirmou o presidente da Apex-Brasil, Roberto Jaguaribe, ex-embaixador Brasileiro na China.
 
Brasil-China

  • Em 2017 as exportações do Brasil para a China registraram o valor de US$ 47,49 bilhões, com aumento de 12,4% em relação a 2016.
  • No mesmo ano, as importações somaram US$ 27,32 bilhões, com alta de 17,0% em relação a 2016.
  • O mercado chinês foi o 1º destino das exportações brasileiras em 2017, com 21,8% de participação no total das exportações brasileiras.
  • A China também ficou em primeiro lugar no ranking das importações brasileiras em 2017, com 18,1% do total das importações brasileiras.

 
China tecnológica
A China é uma potência mundial em tecnologia e inovação, sede de grandes grupos como Tencent (portal de serviços), Alibaba (e-commerce), Baidu (motor de busca) e Didi (aplicativo de transporte). Levantamento da Brandz coloca Tencent e Alibaba entre as mais valiosas do mundo. Com mais de 90 empresas unicórnios, o gigante asiático só perde para os Estados Unidos em número startups com valuation acima de US$ 1 bilhão. A China aplica atualmente mais de U$ 300 bilhões em pesquisa e desenvolvimento, dez vezes mais do que o Brasil.

Você sabia que seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência utilizando nosso website, nós recomendamos que você atualize para a nova versão ou instale um outro browser. Apresentamos uma lista dos browsers mais populares logo abaixo.

Apenas clique em um dos links abaixo para ir para a página de download: