Destaques

02/abr/2020

ACATE aprova, em assembleia, alterações em seu estatuto

Assembleia e votação foram realizadas de forma remota. Alterações, aprovadas de forma unânime, passam a valer para a próxima eleição

Foi aprovada, na tarde de ontem, 30/03, em assembleia remota, a alteração nas composições da Diretoria e do Conselho Deliberativo da ACATE. A partir da próxima eleição, as chapas devem se apresentar com sete nomes para ocupar a Diretoria e 13 para compor o Conselho Deliberativo, além de cinco membros (três efetivos e dois suplentes) para compor o Conselho Fiscal, que não sofreu alteração.

Foi aprovada também a inclusão dos Grupos Temáticos no estatuto para que, assim como as Verticais de Negócios, tenham registradas suas regras de criação e exclusão, bem como as atribuições de seus diretores.

A decisão dos associados foi unânime, compreendendo o papel importante dos novos integrantes no crescimento e processo de estadualização da associação. Além da mudança no número de membros, a modificação busca dar mais representatividade a todos os portes de empresas, ampliando a participação de todos na vida associativa.

De acordo com o presidente da ACATE, Daniel Leipnitz, a assembleia foi um grande marco. “Ao longo dos últimos quatro anos percorremos todo o estado e unificamos forças. Hoje, finalmente podemos dizer que, em termos de alinhamento, somos uma entidade estadual. As mudanças aprovadas no estatuto garantem que as novas vice-presidências possam ser ocupadas, pela primeira vez, por pessoas de outras regiões do estado, e que o conselho estatutário tenha uma representatividade mais ampla”. 

Entenda como fica a nova estrutura da Diretoria e do Conselho Deliberativo da ACATE, e a alteração aprovada para os Grupos Temáticos:

Diretoria

  • Presidente;
  • Vice-Presidente Financeiro;
  • Um Vice-Presidente de Marketing;
  • Um Vice-Presidente de Integração;
  • Um Vice-Presidente de Relacionamento;
  • Um Vice-Presidente de Ecossistema; 
  • Um Vice-Presidente de Talentos.

Conselho Deliberativo 

  • Três membros deverão ser Ex-Presidentes ou Ex-Vice-Presidentes da ACATE;
  • Dois membros representantes de empresas consideradas “Startups” (empresas com até sete anos de fundação);
  • Dois membros representantes de empresas consideradas “Scale” (empresas que tenham mais de 7 anos e, no exercício anterior, auferido faturamento de até R$ 15 milhões);
  • Dois membros representantes de empresas consideradas “Growth” (empresas que tenham, no exercício anterior, auferido faturamento entre R$ 15 milhões e R$ 50 milhões);
  • Três membros representantes de empresa considerada “Média ou Grande” (empresas que tenham, no exercício anterior, auferido faturamento acima de R$ 50 milhões);
  • Um membro representante de qualquer empresa associada que se enquadre na categoria de fundadora, benemérita ou contribuinte.