Responsabilidade social

Buscando o engajamento em ações de interesse social, a Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) desenvolve e apoia projetos na área, com a ajuda de empresas e entidades parceiras. Diversas iniciativas são promovidas ao longo do ano, ajudando entidades e comunidades da Grande Florianópolis.

Programa Talentos para Indústria

Buscando o engajamento em ações de interesse social, a Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) desenvolve e apoia projetos na área, com a ajuda de empresas e entidades parceiras. Diversas iniciativas são promovidas ao longo do ano, ajudando entidades e comunidades da Grande Florianópolis.

Programa Talentos para Indústria

O objetivo do programa Talentos para Indústria é estimular jovens de 11 a 16 anos a desenvolverem sua criatividade e competências na área de tecnologia. A iniciativa, desenvolvida em Santa Catarina pelo SESI, ligado ao Sistema FIESC, tem na ACATE uma parceira. Todas as atividades do programa em Florianópolis são promovidas em um espaço específico para o projeto no Condomínio Industrial de Informática e as empresas associadas à ACATE são estimuladas a “adotarem” jovens carentes que não teriam condições de freqüentar o programa. Durante 18 meses e usando peças de Lego, os inventores mirins constroem robôs com funcionalidades inspiradas nas necessidades do mundo real. Além disso, contam com o auxílio de materiais, componentes e técnicas ligadas à mecânica e à eletrônica, utilizando dispositivos programáveis e softwares para criar seus próprios projetos de robótica.

Turma de 2007
112 crianças atendidas das quais
… 48 crianças carentes
… 64 filhos de empresários

Turma de 2008
125 crianças atendidas das quais
… 58 crianças carentes
… 67 filhos de empresários

Turma de 2009
123 crianças atendidas das quais
… 80 crianças carentes
… 43 filhos de empresários

Campanha de Arrecadação de Agasalho

Desde 2004 a ACATE conta com o apoio de empresas associadas para arrecadar agasalhos às comunidades carentes de Florianópolis. Anualmente, no período em que antecede o inverno, as empresas iniciam a divulgação da campanha que registra números expressivos de doações. Nos últimos três anos, cerca de 2.800 peças de roupas, cobertores e sapatos foram recebidos e distribuidos para famílias carentes da região do bairro Trindade, na Capital. O objetivo das campanhas é mobilizar a sociedade, em especial empresários e profissionais do setor de tecnologia da informação e associados da ACATE, para a doação de agasalhos, além do compromisso social.

Campanha de Arrecadação de Brinquedos

Desde 2006 a ACATE, em parceria com empresas associadas e entidades, promove campanhas de arrecadação de brinquedos para o dia das Crianças. Em 2009, a campanha arrecadou mais de mil itens. Brinquedos novos e usados, peças de roupa infantis e roupas para adultos foram arrecadados e distribuídos para entidades da Grande Florianópolis, como a Creche Anjo da Guarda, no Morro da Penitenciária, a SERTE, na Cachoeira do Bom Jesus, o Hospital Infantil Joana de Gusmão e o evento Rua da Criança, realizado anualmente na comunidade Caminho Novo, em Palhoça. Os brinquedos que precisavam de reparos foram encaminhados para a Oficina do Brinquedo, promovida pela Comunidade Evangélica Luterana da Trindade, também parceira da campanha. A oficina recebe brinquedos com necessidade de restauração, providencia os reparos e faz doações a crianças carentes. Em 2009, a ACATE entregou mais de 150 brinquedos quebrados para restauração pela Oficina.

A doação foi tema de uma reportagem da emissora SBT, veiculada no dia 24 de dezembro. Confira o vídeo da reportagem.

Campanhas de Natal

Com o objetivo de alegrar o Natal de famílias carentes, a ACATE desenvolve anualmente campanhas para arrecadar roupas, alimentos não perecíveis, brinquedos, calçados, cestas básicas e material escolar. Um diferencial são as campanhas online, feitas em parceria com a MR Consultoria e Projetos. Nas ações em prol de entidades como a Sociedade Espírita de Recuperação Trabalho e Educação (SERTE), de Florianópolis e a Escola de Educação Básica Hilda Theodoro Vieira, foram disponibilizados sites nos quais pessoas interessadas em ajudar puderam conhecer o perfil de crianças e idosos e escolher um deles para "adotar", fazendo doações em dinheiro ou em roupas e outras itens de necessidade.

Campanha Volta às Aulas

Qualquer época do ano é momento de fazer campanhas para ajudar a quem precisa. Inclusive durante a volta às aulas. Em 2008 a ACATE promoveu uma campanha para arrecadar material escolar, doado a estudantes carentes de Florianópolis. Cadernos, canetas, lápis e outros materiais escolares foram doados aos alunos da Escola Estadual Hilda Teodoro Vieira, onde estudam crianças e adolescentes da região da Trindade.

Doação de computadores

Conhecimento também pode ser doado. Em 2009 a ACATE doou 21 computadores para instituições de Florianópolis. Anteriormente utilizados no laboratório do Núcleo de Desenvolvimento de Software de Florianópolis (SOFTPOLIS), os computadores passaram por manutenção antes de serem doados. A Escola de Educação Básica Hilda Teodoro Vieira, localizada no bairro Trindade, recebeu 12 computadores. Outra instituição de ensino, a Escola de Educação Básica Leonor de Barros, do bairro Itacorubi, recebeu seis computadores. A Companhia Melhoramentos da Capital (COMCAP) também foi beneficiada, recebendo três computadores. A ideia é que as doações possam auxiliar as instituições em suas rotinas administrativas e, no caso das escolas, para o apoio ao aprendizado dos estudantes.

Contato com instituições assistenciais

A ACATE também apóia entidades promotoras de ação social. Em 2009, por exemplo, a Associação promoveu e apoiou campanhas em prol da Sociedade Espírita de Recuperação Trabalho e Educação (SERTE), de Florianópolis. No final de 2008, a ACATE também mobilizou seus associados e funcionários para arrecadarem doações para as vítimas das chuvas em Santa Catarina. Alimentos, roupas, produtos de higiene e de limpeza doados lotaram dois caminhões e beneficiaram atingidos da cidade de Itajaí. As doações em dinheiro também contribuíram para adquirir itens de maior necessidade dos desabrigados.