Conteúdos que inspiram e ajudam a apontar caminhos
para quem faz a inovação.

 

Agger Sistemas implementa Azure para seu sistema de corretores de seguros

Com serviço de Nuvem da Microsoft, a Agger Sistemas realiza backup de mais de 10 mil bases em bancos de dados SQL a cada 10 minutos.

Desde 1994 a Agger Sistemas atua em um ramo muito específico: ela desenvolve e comercializa sistema de gestão e multicálculo para corretores de seguros. Seus mais de 6 mil clientes em todo o Brasil se beneficiam com soluções capazes de gerenciar informações diversas de segurados como propostas, apólices, endossos, comissões, acompanhamentos de sinistros, além de acessar sistemas de seguradoras para obter esses documentos em PDF e até mesmo agilizar cálculos de modalidades variadas de seguro, entre outras funções. 

Um sistema complexo como esse é acessado por meio de um client instalado na máquina do corretor, que busca informações no banco de dados hospedado na Nuvem. “Nossos clientes são as corretoras de seguros e seguradoras”, explica o gerente geral da Agger, Junior Saladino. “Elas usam nosso sistema para gerenciar os seus próprios clientes. Nossos bancos armazenam dados dos clientes de nossos clientes”, acrescenta.

Esses bancos SQL armazenam cerca de 10 mil bases de dados que são, praticamente, a vida de cada segurado atendido pelos corretores que usam o sistema da Agger. O Time Agger não mede palavras para explicar a importância de manter esses dados disponíveis todo o tempo para os corretores e, ao mesmo tempo, salvos e copiados em backups. “Eu diria que é a vida da corretora! O corretor faz tudo dentro do sistema e confia nele para isso. Pelo sistema, ele vê todos os dados do cliente: todas as bases de contato, e-mails, suas apólices, seus veículos, seus seguros de vida, de saúde, de previdência… Tudo o que o cliente tem”, conta.

O sistema da Agger encontrava-se hospedado em um datacenter onde tudo era de responsabilidade da equipe de TI, desde a instalação de licenças para cada aplicação (sistemas operacionais, bancos de dados SQL, etc.) até a manutenção das máquinas e, principalmente, o backup – processo que tirava o sono de todos. “Isso demandava muito trabalho de muitas pessoas”, diz Jr Saladino. “A quantidade de clientes foi aumentando e o backup ficava cada vez mais lento, a máquina travava… Precisávamos de algo mais profissional. Não queríamos mais ser administradores de SQL”, explica.

 

Backup automático na Nuvem

A Brasoftware foi a empresa parceira da Microsoft responsável por fazer o planejamento do projeto e ajudar a equipe da Agger a migrar seu sistema para o Azure, em apenas três meses, sem prejudicar a operação. 

A empresa passou a contar, então, com recursos que somente a plataforma de Nuvem poderia oferecer, facilitando ainda mais o dia a dia do time de TI, como explica o especialista em soluções de Nuvem e segurança da Brasoftware, Guilherme Bezerra: “Após a migração para o Azure, a Agger não possui mais servidores. Todo aquele tempo investido em garantir disponibilidade e saúde dos servidores e sistemas operacionais, ficou para trás. Na Nuvem, eles contam com um serviço de plataforma de SQL onde se preocupam só com o que interessa, os dados dos clientes e o desenvolvimento do seu negócio.”

O que mais interessava Saladino e sua equipe de TI, além de ter liberdade para se ocupar apenas com os negócios, sem precisar se preocupar com atividades de manutenção, era a questão do backup dos bancos SQL. 

Ao comprovar o que o Azure é capaz de fazer pela empresa nesse assunto, o gerente-geral da Agger quase não acreditou: “No começo, falamos ‘não, não é possível que seja assim’. Fizemos vários testes para ver se é isso mesmo: o Azure faz o backup de todas as bases a cada 10 minutos e guarda tudo por 30 dias. Todos ficávamos preocupados com isso, principalmente os donos da empresa”, comenta, concluindo: “Hoje eu não tenho mais pesadelos com backup, tenho sonhos!”

A capacidade de backup e armazenamento de suas 10 mil bases de dados se deve ao “pool elástico”, um recurso do Azure que permite gerenciar e dimensionar diversos bancos de dados com demandas variadas e imprevisíveis – é por meio de vários pools que a Agger configura e realiza os tão importantes backups. 

“Temos 25 pools elásticos e, em cada um, colocamos cerca de 400 bases de dados”, explica Saladino. “No quesito de backup, os pools foram o que mais chamou atenção. É o produto da Microsoft que mais usamos”, finaliza.

 

Leia a matéria original, clicando aqui.

>> Saiba mais sobre o Azure


Deixe seu comentário