> Áthina apresenta: Novembro Azul – Esclarecimentos sobre o tema - Acate ">
X

Conteúdos que inspiram e ajudam a apontar caminhos
para quem faz a inovação.

 

Áthina apresenta: Novembro Azul – Esclarecimentos sobre o tema

A Áthina Corretora de Seguros, patrocinadora da ACATE, preparou um conteúdo especial com esclarecimentos sobre o câncer de próstata e a importância do diagnóstico precoce da doença. Não deixe de conferir também o material sobre o Outubro Rosa, com informações sobre o câncer de mama.

Como surgiu?

No exterior a campanha é chamada de MOVEMBER (Moustache + November), no caso, bigode + novembro.

Começou em um Pub na Austrália em 1999, onde um grupo de amigos teve a ideia de deixar o bigode crescer durante todo o mês como apoio a conscientização da saúde masculina, e arrecadação de fundos para doação a instituições de caridade.

O mês de novembro foi o escolhido, por comemorar justamente no dia 17 o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata. A campanha foi um sucesso, algum tempo depois o país inteiro estava participando e em 2004 foi criada a Movember Foundation, a ideia então era que os homens deixassem o bigode crescer durante todo o mês de novembro, e as mulheres davam seu apoio usando a cor azul ou até bigodes falsos, para assim espalhar a conscientização da importância da saúde masculina, com foco principal no câncer de próstata e depressão.

Hoje a campanha se tornou mundial, inclusive o bigode se tornou pouco para os participantes, atualmente é comum o movimento levar o nome de No Shave November, que seria a tradução livre, novembro sem se barbear. Já no Brasil a campanha é conhecida como Novembro Azul.

Quem trouxe a campanha para o Brasil, foi o Instituto Lado a Lado pela vida, em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia, a campanha ainda está crescendo por aqui, mas no ano de 2016  foi realizado mais de 2.200 ações oficiais em todo o país, e assim como no Outubro Rosa, há a bela iluminação de pontos turísticos com a cor azul. 

Com toda essa iniciativa, hoje a campanha Novembro Azul faz parte do calendário nacional de prevenções.

O que é a próstata?

A próstata é uma glândula que só o homem possui, localizada na parte baixa do abdômen, situa-se logo abaixo da bexiga, e à frente do reto. A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. Ela produz cerca de 70% do sémen, e representa um papel fundamental na fertilidade masculina. 

Sobre o câncer de próstata:

O câncer de próstata é quando as células deste órgão começam a se multiplicar de forma desordenada, de todos os tipos de câncer, o de próstata é o sexto mais comum no mundo, e aquele que mais afeta os homens, é o segundo tipo de câncer mais mortal entre os homens. 

Em 1 a cada 6 homens, é alvo da doença. 

Há um diagnóstico de câncer de próstata a cada 7,6 minutos.

Há um óbito por câncer de próstata a cada 40 minutos.

Cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem em homens com mais de 65 anos.

Quando diagnosticado e tratado no início, tem os riscos de mortalidade reduzidos. No Brasil, é a quarta causa de morte por câncer e corresponde a 6% do total de óbitos por este grupo.

Normalmente, os homens são mais resistentes a cuidar de sua saúde e procurar um médico regularmente. Por isso, a doença é descoberta tardiamente, apenas quando os sintomas começam a aparecer. Em 95% dos casos de câncer de próstata já se encontra em estágio muito avançado e grave. Por isto é importante a prevenção, descobrindo em fase inicial a chance de cura são grandes. 

Quais são os sintomas?

A doença em seu início não apresenta nenhum sintoma, por isto é de suma importância a realização de exames periódicos de sangue e de toque, porém, o exame de sangue não substitui o de toque, ambos são complementares, neste caso sendo necessário realizar os dois. 

Os sintomas mais comuns, que só aparecem nas fases mais avançadas da doença, são:

  • Vontades urgentes e repentinas de urinar;
  • Dificuldades para urinar;
  • Diminuição no jato de urina;
  • Aumento da frequência urinária;
  • Dores corporais e ósseas;
  • Insuficiência renal e fortes dores.

Exames

O toque retal é o mais utilizado e eficaz quando aliado com exame de sangue e PSA (Antígeno Prostático Específico, na sigla em inglês) que pode identificar o aumento de uma proteína produzida pela próstata, o que seria um indício da doença. Para um diagnóstico final, é necessário analisar parte do tecido da glândula, obtida pela biópsia da próstata. 

A Sociedade Brasileira de Urologia, recomenda que todos os homens com 45 anos de idade ou mais, façam o exame de próstata anualmente, o que compreende o toque retal e o PSA (exame de sangue). A doença atinge principalmente homens acima de 50 anos, e homens com histórico de câncer na família correm mais riscos. 

Prevenção

Não existe imunidade contra a doença, por isso a importância da realização dos exames, porém, existem alguns hábitos para diminuir o risco, como:

  • Dieta saudável, rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais;
  • Evitando gorduras de origem animal;
  • Atividade física, ao menos 30 minutos, 5 vezes na semana;
  • Controle de peso, evitar a obesidade e manter o peso adequadamente ao seu corpo;
  • Diminuir o consumo de álcool;
  • Não fumar;

Tratamento

Caso a doença seja comprovada o médico pode indicar radioterapia, cirurgia ou até tratamento hormonal. A escolha do tratamento mais adequado deve ser individualizada e escolhida após o médico e o paciente discutirem riscos e benefícios de cada um. 


Deixe seu comentário