Conteúdos que inspiram e ajudam a apontar caminhos
para quem faz a inovação.

 

Associativismo: conheça as oportunidades que fazer conexões pode proporcionar para sua empresa

A ACATE acredita que as conexões geram as melhores oportunidades. Por isso, trabalha por um ecossistema forte, dinâmico e unido em SC. Na foto, dois braços se esticam, tentando dar as mãos, em referência ao afresco A Criação de Adão, de Michelangelo.

Quando diferentes atores somam forças na construção de um projeto comum, torna-se muito mais fácil atingir objetivos. Na Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE), pessoas das mais diversas empresas e entidades trabalham para promover um ecossistema de inovação forte e dinâmico para Santa Catarina. E são dessas conexões que surgem as melhores oportunidades.

O associativismo mostra que trabalhar em equipe pode apresentar múltiplas vantagens. Na solução de problemas, por exemplo, atuar em conjunto significa agregar novas visões e encontrar saídas distintas para dificuldades encontradas. Pensar com várias cabeças, nesse sentido, tende a ser mais frutífero que com apenas uma.

No ecossistema de tecnologia, existem negócios variados, inseridos em diferentes  segmentos de mercado. Apesar da concorrência muitas vezes existente, há sempre um espaço para todo mundo que quer empreender. E quando indivíduos com ideias inovadoras decidem se aliar, eles ficam propensos a aprender uns com os outros e crescer juntos.

Através da colaboração, da integração e do engajamento, profissionais com habilidades multidisciplinares conseguem dar conta de aspectos específicos de uma mesma tarefa ou projeto. Da mesma forma, quando empresas com soluções variadas se encontram, cada qual consegue resolver e lidar, à sua maneira, com os desafios singulares do mercado, abrangendo mais demandas do que uma só seria capaz.

 

Mais conexões, melhores condições e oportunidades

A história da ACATE tem mostrado que quanto mais pessoas fizerem parte do movimento de transformação de pessoas e negócios, mais forte ele será. Há 36 anos, quando a Associação foi criada, o cenário catarinense possuía pouco mais de 1,5 mil especialistas em tecnologia. O setor se desenvolveu tanto nesse tempo que, hoje, segundo dados do Tech Report 2021, já são mais de 17,2 mil empresas que, juntas, faturam o equivalente a 6,1% do Produto Interno Bruto (PIB) do estado.

 

>> Leia também: Qual o papel da ACATE no desenvolvimento regional?

 

Cada vez mais expressivo, o ecossistema de tecnologia catarinense vem ganhando relevância nacional e internacional. Santa Catarina é atualmente a quarta maior potência tecnológica no Brasil em número de colaboradores, com 67,8 mil pessoas, e a sexta em faturamento, com R$ 19,8 bilhões em 2020.

Por isso, para bem representar essas pessoas e melhorar suas condições de vida e trabalho, a ACATE trabalha promovendo acesso facilitado a benefícios e investimentos, estimulando trocas de experiências e negociando assuntos de interesse do setor frente à esfera pública.

As conquistas da Associação são resultado da união dos diferentes atores em torno da inovação, que tornam a tecnologia catarinense mais e mais representativa. 

 

Indique e Ganhe

Conhece alguma empresa ou startup que ainda não faz parte da ACATE? Por meio do programa Indique e Ganhe, colaboradores de negócios associados podem indicar empresas para fazerem parte de um dos maiores hubs de inovação do Brasil. Ao realizar a indicação, o colaborador recebe pontos que poderão ser resgatados com produtos e experiências da ACATE. Desde copos e canetas, até camisetas e mochilas.

Para participar, acesse a página da iniciativa, clicando no banner abaixo e preencha o formulário com seus dados. Gere seu link exclusivo de indicação e comece a divulgar as oportunidades nos canais de sua preferência.

Logo que sua indicação se associar, você receberá um e-mail de confirmação da ACATE. Além da mensagem, os pontos referentes à sua indicação ficarão disponíveis em seu login. Depois, basta acumular os pontos e trocar por produtos ACATE.

 

*Imagem destaque: Toa Heftiba, via Unsplash


Deixe seu comentário