> Pipz Platform apresenta: Por que todo mundo está falando sobre dados? - Acate ">
X

Conteúdos que inspiram e ajudam a apontar caminhos
para quem faz a inovação.

 

Pipz Platform apresenta: Por que todo mundo está falando sobre dados?

Grande parte das empresas – das pequenas startups aos unicórnios – coletam dados e, isso, muito antes de grandes nomes do mercado começarem a levantar essa pauta em eventos de empreendedorismo ou mesmo do surgimento de leis e tecnologias próprias para esse fim

Pense nas pequenas padarias de bairro da época do seu avô, que já anotavam o nome, endereço e telefone de quem comprava fiado. 

Hoje, ter à disposição dados dos clientes definitivamente é essencial para o sucesso das estratégias de marketing, vendas e relacionamento, mas o que provocou o recente interesse no assunto? Por que profissionais de todo o mundo têm falado sobre isso em todos os lugares?

Talvez a resposta seja uma mudança – sem volta – de mindset em escala global.

Não apenas quanto à proteção – que desde o caso da Cambridge Analytica tem levado diversos países a definirem leis para regulamentar o tratamento das informações de pessoas físicas -, mas quanto à percepção de que, apenas coletar dados para “gerar insights” não é mais suficiente para o crescimento de um negócio: é preciso acioná-los rapidamente e não deixá-los inertes pegando poeira nos relatórios mensais.

Quando o marketing digital começou a ganhar força lá nos anos de 2000, muito se falou das métricas como peça fundamental para orientar as estratégias, mas desde então, muita coisa mudou na tecnologia e principalmente no comportamento do consumidor

Se antes o suprassumo eram as ferramentas para gerar relatórios a partir de planilhas e converter números em belos gráficos, agora a necessidade está em integrar as diversas fontes de dados e, acima de tudo, automatizá-los para respeitar o contexto do cliente, ou seja, o clássico “envio da mensagem certa, para a pessoa certa, no momento certo”, que os profissionais de marketing aprendem ainda na faculdade.

E por que isso? 

Porque vivemos, mais do que nunca, na era da experiência do cliente. O interesse pelos dados é apenas consequência disso.

Sem dúvida, os dados continuam exercendo um poderoso papel na análise de comportamento do consumidor. No entanto, agora isso está sendo feito em tempo real por tecnologias de automação, que em segundos são capazes de tomar decisões de como e quando impactar cada cliente.

Além disso, a mesma tecnologia que toma decisões, também usa dados de comportamento como matéria-prima para ativar poderosos recursos de personalização – entregando assim uma experiência diferente para cada cliente. Nunca no marketing digital ficou tão fácil e acessível respeitar o momento da jornada do cliente para criar experiências capazes de transmitir o verdadeiro valor da sua empresa.

Olhando desse ponto de vista fica mais fácil entender o motivo de todos estarem falando sobre dados, não é? Não é apenas sobre entender e direcionar estratégias, mas tomar decisões quase que instantâneas frente ao cenário cada vez mais dinâmico causado pela revolução digital.

O desafio para 2020 será alcançar a maturidade digital necessária para coletar informações dos clientes com responsabilidade e, além disso, acioná-los de uma forma que faça sentido dentro da jornada do cliente – à nível individual e atemporal de cada pessoa disposta a engajar com a sua marca.

Só assim, além de nutrir leads e conquistar vendas, você conseguirá criar clientes fiéis e alinhados ao propósito da sua marca.

———————————————————————————————————————————————–

Este artigo é uma parceria com o Pipz Platform, a primeira Actionable Customer Data Platform do Brasil, capaz de transformar os dados de comportamento em engajamento e resultados reais para a sua empresa.


Deixe seu comentário