Destaques

30/abr/2020

Associadas são aprovadas no maior programa de aceleração de startups do país

As empresas são de Blumenau, Florianópolis e Itajaí e compõem um grupo de mais de 130 selecionadas, que passarão por treinamento de pitch e mentorias

Onze empresas associadas à ACATE foram aprovadas no clico 2020.1 do Programa de Aceleração InovAtiva Brasil. As empresas trabalham soluções para os ramos de energia, serviços, mercado imobiliário, bens de consumo não duráveis, agronegócio, infraestrutura, construção civil e saúde. Ao todo, foram quase 700 inscritos e pouco mais de 130 startups selecionadas para o ciclo de aceleração, com treinamento de pitch presencial e mentorias individuais e coletivas. Ao final do programa, as startups terão a oportunidade de apresentar o seu pitch para uma banca de investidores durante o InovAtiva Experience.

As associadas são das cidades de Blumenau, Florianópolis e Itajaí. São elas: Alka Energia, Checklist Fácil, Divid, Donc, Ezok, FastBuilt, Fluid, Majoris, ManejeBem, PecSmart, Safety. De acordo com o InovAtiva, para fazer parte do ciclo de aceleração, as startups devem estar em operação, ter clientes, faturamento, e apresentar uma novidade, seja por meio de algum nicho, tecnologia ou até mesmo questões do negócio. Cada startup é avaliada por três membros do comitê composto por profissionais das equipes de coordenação e execução do Programa e, em alguns casos, por avaliadores externos. A distribuição é feita por meio de um algoritmo que não permite a atuação conjunta dos avaliadores mais de uma vez.

O InovAtiva Brasil é realizado pelo Ministério da Economia e Sebrae, com execução da Fundação Certi. O Programa foi criado para ser um exemplo de política pública nacional e realiza gratuitamente a aceleração, conexão, visibilidade e mentoria de startups para fortalecer e fomentar o ecossistema de inovação no Brasil. São quatro meses de preparação com mentorias, capacitações e eventos para startups se conectarem com investidores e grandes empresas do ecossistema. Ao longo do Programa, mais 10 mil projetos já foram submetidos, mais de duas mil startups treinadas e mais de mil aceleradas. Mais de 30 mil empreendedores já foram impactados.