Notícias

18/ago/2010

MIDI Tecnológico: 12 anos apoiando o empreendedorismo tecnológico

O MIDI Tecnológico completou 12 anos de atividades, comemorando o crescimento dos benefícios a empresas e empreendedores, a ampliação do reconhecimento nacional da incubadora e as conquistas das empresas graduadas e incubadas, residentes e virtuais. Mantida pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (SEBRAE/SC), sob a gestão da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE), a incubadora já graduou 46 empresas e atualmente apoia outras 19, sendo 12 incubadas residentes e sete virtuais.

O MIDI Tecnológico completou 12 anos de atividades, comemorando o crescimento dos benefícios a empresas e empreendedores, a ampliação do reconhecimento nacional da incubadora e as conquistas das empresas graduadas e incubadas, residentes e virtuais. Mantida pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina (SEBRAE/SC), sob a gestão da Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (ACATE), a incubadora já graduou 46 empresas e atualmente apoia outras 19, sendo 12 incubadas residentes e sete virtuais.

Filiado à Rede Catarinense de Entidades Promotoras de Empreendimentos Tecnológicos (RECEPET) e à ANPROTEC, o objetivo do MIDI é prestar serviços de incubação a Empreendimentos de Base Tecnológica [EBT] que têm como principal insumo os conhecimentos e as informações técnico-científicas, apoiando o processo de desenvolvimento de pequenas empresas nascentes e promovendo condições específicas, pelas quais os empreendedores poderão desfrutar de instalações físicas, de ambiente instrucional e de suporte técnico e gerencial no início e durante as etapas de desenvolvimento do negócio.

Reconhecimento nacional

Criado em 14 de agosto de 1998, o MIDI Tecnológico alcança reconhecimento estadual e nacional pelo trabalho ofertado aos novos empreendimentos de base tecnológica. Em 2008 foi eleito a melhor incubadora de base tecnológica do Brasil pelo Prêmio Nacional de Empreendedorismo Inovador, promovido pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (ANPROTEC). Já em 2010, o MIDI foi citado pela revista Pequenas Empresas Grandes Negócios como uma das vinte melhores incubadoras do Brasil.

Outro diferencial é que o MIDI é a primeira incubadora de Florianópolis e a segunda de Santa Catarina a obter o cadastramento no Comitê da Área de Tecnologia da Informação (CATI), órgão responsável pelo credenciamento de instituições para receber os incentivos da Lei de Informática.  A instituição conquistou a autorização do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) para receber incentivos previstos na Lei de Informática. Assim, as incubadas no MIDI poderão ser contratadas por empresas beneficiárias da Lei para a realização de projetos de pesquisa e desenvolvimento. Com essa autorização, a expectativa é atrair grandes contratos para a incubadora. A Lei de Informática oferece às empresas que investem em pesquisa e desenvolvimento no Brasil desconto gradual de até 95% no recolhimento do IPI, chegando à isenção em algumas regiões do país. A redução do imposto incide em várias categorias de produtos de informática, automação e eletrônicos em geral.

A incubadora possui uma área física total de mil metros quadrados, com capacidade para abrigar, via processo seletivo público e periódico, empresas incubadas na modalidade de residentes. Após passarem pelo processo de incubação, que leva em média de dois a quatro anos de duração, os empreendimentos são denominados de “empresas graduadas”. Outro diferencial da incubadora é  a modalidade para incubação virtual, pela qual os empreendimentos recebem consultorias e têm acesso aos demais benefícios oferecidos, apesar de não estarem instalados fisicamente no MIDI.

Benefícios aos empresários

O MIDI Tecnológico oferece às empresas consultorias de marketing, recursos humanos, administrativa, de plano de negócios, jurídica e assessoria de imprensa. Outro benefício é a filiação automática à ACATE e à Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (SOFTEX), com isenção de taxa de associação durante o período de incubação. A incubadora oferece ainda estrutura para reuniões, biblioteca, equipamentos de hardware, sala de reuniões e multimídia e serviços diversos. As incubadas residentes recebem ainda salas e infraestrutura com aluguel subsidiado.

Além disso, os empreendedores contam com a credibilidade da instituição na qual estão ligados. Este é um dos fatores pelos quais os empreendimentos incubados no MIDI têm, em média, 93% de taxa de sucesso, ou seja, de sobrevivência no mercado, de acordo com Jamile Sabatini Marques, coordenadora da incubadora. “Uma das questões que diferencia a incubadora é a ênfase na oferta de cursos e atividades voltadas para o aperfeiçoamento de talentos humanos e gerenciais”, diz. As empresas ainda têm à disposição salas entre 22 e 52 metros quadrados, telefone, móveis de escritório e estrutura para reuniões.

Assessoria de Imprensa da ACATE