fbpx

Polos

04/set/2020

Orion Parque divulga ações dos ODS neste mês de setembro

Durante mês de setembro conteúdos produzidos pelo Movimento Nacional ODS Santa Catarina serão publicados nas redes sociais do Orion Parque Tecnológico

Iniciado pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2015 e reconhecido como uma iniciativa mundial para transformar o Mundo até 2030, com uma Agenda Sustentável de Desenvolvimento (ODS), os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável fazem parte de um documento que visa colocar o mundo em um caminho mais sustentável e resiliente até o final da década.

Observando o trabalho desenvolvido no mundo, e coerentemente com as ações encampadas pelo Orion Parque através de suas iniciativas de inovação social – tanto do Orion Connect como da Aceleração de Projetos Sociais e empoderamento feminino – , as redes sociais do Parque Tecnológico apresentam no mês de setembro, durante 19 dias, conteúdos produzidos pelo Movimento Nacional ODS Santa Catarina.

O Movimento  Catarinense tem a missão de facilitar a incorporação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) no dia a dia das pessoas e na prática das organizações catarinenses. É constituído por voluntários, de caráter apartidário, plural e ecumênico, com a finalidade de contribuir para a melhoria da qualidade de vida da sociedade catarinense visando o cumprimento da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, buscando a construção de uma sociedade melhor, socialmente inclusiva, ambientalmente sustentável e economicamente equilibrada. Os 17 ODS e as 169 metas sobre cada um dos objetivos são relacionados a determinados aspectos:

  • 01 – Erradicação da pobreza: acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares.
  • 02 – Fome zero e agricultura sustentável: acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável.
  • 03 – Saúde e bem-estar: assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades.
  • 04 – Educação de qualidade: assegurar a educação inclusiva, e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos.
  • 05 – Igualdade de gênero: alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas.
  • 06 – Água limpa e saneamento: garantir disponibilidade e manejo sustentável da água e saneamento para todos.
  • 07 – Energia limpa e acessível: garantir acesso à energia barata, confiável, sustentável e renovável para todos.
  • 08 – Trabalho decente e crescimento econômico promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo, e trabalho decente para todos.
  • 09 – Inovação infraestrutura: construir infraestrutura resiliente, promover a industrialização inclusiva e sustentável, e fomentar a inovação.
  • 10 – Redução das desigualdades: reduzir as desigualdades dentro dos países e entre eles.
  • 11 – Cidades e comunidades sustentáveis: tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.
  • 12 – Consumo e produção responsáveis: assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis.
  • 13 – Ação contra a mudança global do clima: tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos (*).
  • 14 – Vida na água: conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares, e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável.
  • 15 – Vida terrestre: proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da Terra e deter a perda da biodiversidade.
  • 16 – Paz, justiça e instituições eficazes promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis.
  • 17 – Parcerias e meios de implementação: fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.
(*) Reconhecendo que a Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC) é o fórum internacional intergovernamental primário para negociar a resposta global à mudança do clima.

Na Serra Catarinense, além do Orion Parque, a Associação dos Pais e Amigos dos Autistas  – AMA, de Campos Novos, e a Klabin, de Otacílio Costa, são também signatários. Pessoas físicas também podem se associar ao movimento, gratuitamente, neste link.

Para Raul Capistrano, líder do setor de Programa e Ações do Orion Parque e coordenador local do comitê Lages do Movimento ODS Santa Catarina, enquanto Parque Tecnológico fomentador do espírito empreendedor, engajar-se nas diretrizes é importante para mobilizar e articular ainda mais as ações de inovação social que o Orion encampa. Além disso, para outras instituições, associar-se à iniciativa gera impactos que vão além de uma simples honraria.

“É importante que que as instituições olhem para os ODS com bons olhos e permita o máximo possível alinhar suas ações, gerando impacto positivo. Os ODS são basicamente um planejamento até 2030, com o propósito de desenvolver um mundo melhor, mais inclusivo e sustentável. É uma agenda global e é importante que todas instituições, público ou privadas, entendam e tentem se adequar”, ressaltou.

A campanha de setembro do Movimento ODS SC propõe levar mensagem de um futuro desejável, onde todas os objetivos e metas sejam cumpridos, para podermos  viver em um lugar melhor.

“O desenvolvimento sustentável é necessário para que possamos aproveitar os recursos disponíveis para as nossas gerações, sem comprometer que outras pessoas tenham dificuldades de conseguir o mesmo acesso no futuro”, lembrou Raul.

* Fonte da notícia: Orion Parque