Destaques

05/Aug/2021

Tecnologia para o pós-obra: startup Predialize cresce 20% ao mês com integração de dados a construtoras

Fundada há pouco mais de um ano em Florianópolis, construtech dos sócios Rodrigo Brabo e Jean Sacenti chega a grandes players com proposta de agilidade e automatização no pós-obra e pós-venda./ Foto: Divulgação

Com pouco mais de um ano no mercado, a startup Predialize, associada à ACATE, de Florianópolis, tem crescido em média 22% ao mês levando sua plataforma digital a construtoras e incorporadoras de grande porte. Fundada pelos sócios Jean Sacenti (CEO) e Rodrigo Brabo (CTO), a empresa atua no serviço de pós-obra e pós-venda – atendendo mais de 8 mil usuários, de proprietários a síndicos, moradores, gestores e funcionários das construtoras.

A plataforma integra manuais interativos dos proprietários e condomínio, portal do cliente, gestão dos chamados de assistência técnica e gestão de preventivos, auxiliando as construtoras e entregando inteligência de dados para reduzir custos em todo o fluxo.

“Conhecemos a realidade da construtora e a jornada dos proprietários. Nossa plataforma é uma tecnologia simples, prática e intuitiva que gera agilidade, inteligência de dados e automatização nos processos do pós-vendas e pós-obra”, explica Jean Sacenti.

Para o CTO Rodrigo Brabo, o pós-obra deve ser visto como um investimento na melhoria contínua dos projetos e processos construtivos, na imagem da empresa e na melhoria da experiência. “Os clientes podem ter até 20% na redução dos custos no processo com a plataforma”, calcula. Em breve, a startup deve lançar em breve um módulo de gestão voltado à Assistência Técnica.

No primeiro semestre deste ano, cresceu 185% em receitas e 161% em novos contratos na comparação com o difícil primeiro semestre de 2020, impactado diretamente pela pandemia. A equipe conta 30 colaboradores, além dos dois co-fundadores, que se mantém em modelo híbrido – mas com base na incubadora Celta, onde começou.

*Fonte: SC Inova